SOBRE NÓS

A Sociedade Missionária Hora Luterana é uma organização auxiliar da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (www.ielb.org.br).

Atuamos no Brasil desde 1947.
Saiba mais clicando aqui!

CONECTE-SE

(11) 5097-7600

 

Av. Vereador José Diniz, 2306

São Paulo, SP - CEP 04604-004

 

horaluterana@horaluterana.com

MÍDIAS
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Google ícone de reprodução
  • Ícone branco Apple Music
  • CMCJ

12. A vida cristã

E agora? Como viver a vida cristã? Resumindo: é tudo sobre o amor - vivendo de uma maneira que mostra o nosso amor a Deus e amando o nosso próximo como a nós mesmos.

Recursos "12. A vida cristã"

Guia de Estudos Online

12. A vida cristã

A vida com Deus é algo novo e maravilhoso. Ele prometeu estar presente conosco. A sua Palavra nos abençoa. Os seus sacramentos nos oferecem o perdão que nós podemos saborear e tocar! Por termos “nascido de novo”, nós dedicamos a nossa vida completamente a Cristo, não para merecer e ganhar a sua graça, mas sim porque nós já a temos.

12.1 Isso quer dizer que eu não terei mais problemas nem desafios?

 

A Bíblia deixa claro que, como cristãos, nós não deveríamos esperar que a nossa vida seja sempre tranquila e fácil. Pelo contrário, os cristãos sempre enfrentaram perseguições por causa da sua crença. Paulo alertou a igreja de Tessalônica sobre as provações: 

 

Pois, quando estávamos com vocês, nós os avisamos que íamos ser perseguidos; e, como vocês sabem, isso aconteceu mesmo. (1Tessalonicenses 3.4)

 

O apóstolo Paulo também alertou a Timóteo:

 

Todos os que querem viver a vida cristã unidos com Cristo Jesus serão perseguidos. 

(2Timóteo 3.12). 

 

Jesus advertiu até mesmo os discípulos dizendo que eles deveriam esperar sofrer perseguições em seu nome: 

 

Lembrem do que eu disse: “O empregado não é mais importante do que o patrão”. Se as pessoas que são do mundo me perseguiram, também perseguirão vocês; se elas obedeceram aos meus ensinamentos, também obedecerão aos ensinamentos de vocês. (João 15.20)

 

Mas esses desafios são pequenos em comparação com a alegria de conhecer Deus nesta vida e na próxima. A sua Palavra dá sentido à nossa vida. A sua Palavra nos conforta. A fé cristã dá uma esperança eterna!

 

(Jesus disse:) O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa. (João 10.10)

12.2 E agora? Qual é o meu papel no Reino de Deus?

 

Antes de subir aos céus, Jesus nos deixou a Grande Comissão, as suas instruções para espalhar o Evangelho a todas as nações.

Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que tenho ordenado a vocês. E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos. (Mateus 28.19-20) 

 

Essa orientação faz sentido para pastores, professores e missionários. Mas, e as atendentes, os mecânicos e os contadores? Nem sempre é fácil para um dentista falar da Boa Notícia de Cristo ao mesmo tempo em que precisa dar ao seu paciente a má notícia de que ele terá de fazer um tratamento de canal. Mas a nossa ocupação, o nosso trabalho, não nos impede de desempenhar a nossa vocação da melhor forma, conforme as habilidades que Deus nos concedeu. Como cristãos, nós ajudamos a cumprir a Grande Comissão ao desempenharmos o nosso trabalho de uma maneira que agrada a Deus e usando todas as oportunidades de dar testemunho da nossa fé.

 

E tudo o que vocês fizerem ou disserem, façam em nome do Senhor Jesus e por meio dele agradeçam a Deus, o Pai. (Colossenses 3.17)

 

Se você é marido ou esposa, trate o seu cônjuge conforme Deus instruiu. Se você é dono de um negócio, faça isso honestamente, trazendo honra para Deus. Se você é voluntário servindo refeições em um abrigo, faça o seu trabalho com o coração cheio de amor e compaixão. Nós agimos assim para mostrar que em todas as coisas nós somos embaixadores de Cristo, e quando os outros veem a diferença que ele faz em nossa vida, eles também irão buscar a mesma paz.

Para pensar

  • Como a esperança que Jesus Cristo dá faz com que você seja o tipo de pessoa da qual os outros gostam de estar por perto?

  • Como isso se concretiza quando, nas horas de dificuldade em sua vida, Cristo cuida de você?

 

Aprofundando

12.3 Qual é o papel da oração?

 

A oração é um dos maiores presentes que Deus nos deu: é um acesso imediato para falar com ele tanto em palavras como em pensamentos. A qualquer momento do dia ou da noite nós podemos nos voltar a Deus e o encontrar pronto para receber o nosso louvor, para nos ouvir compartilhar as nossas alegrias, para escutar o nosso choro, e para nos responder em todas as situações. Que sentimento maravilhoso é saber que Deus, o Criador do Universo, ama cada um de nós o suficiente para nos convidar para ir ao seu encontro a qualquer momento!

As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu! (Salmo 19.14)

 

Para pensar

  • Como a oração serve para nos lembrar de que Deus está sempre presente para proteger, fortalecer e nos equipar para todas as situações?

12.4 Por que deveríamos orar?

 

Nós deveríamos orar porque Deus nos instruiu a fazer isso.

 

Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido. E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. (Filipenses 4.6-7) 

 

Jesus não apenas nos instruiu sobre como devemos orar (veja Lucas 11.1-13), mas ele também exemplificou isso para nós, mostrando a sua vida ativa de oração em vários momentos, do início ao fim dos evangelhos. A resposta de Jesus para a pergunta dos discípulos em Lucas 11 é a base para a oração do Pai Nosso, que os cristãos oram constantemente. Mas orações formais na igreja não são a única maneira de orar. Nós recebemos grandes benefícios ao nos comunicarmos regularmente com Deus em oração.

Para pensar

Pense em uma situação difícil que as pessoas em sua família, em sua igreja ou em sua comunidade estão enfrentando hoje. Discuta como cada petição ou pedido da oração do Pai Nosso trata essa situação:

  • Pai nosso que estás no céu,

  • Santificado seja o teu nome.

  • Venha o teu reino.

  • Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu.

  • O pão nosso de cada dia nos dá hoje.

  • E perdoa as nossas dívidas, assim como nós também perdoamos aos nossos devedores.

  • E não nos deixes cair em tentação,

  • Mas livra-nos do mal.

  • Pois teu é o reino, o poder e glória para sempre. Amém.

12.5 Eu devo ir ao culto?

 

Pode haver razões legítimas que nos impedem de ir ao culto em um determinado domingo. Mas Deus separou um mandamento específico para a adoração semanal:

 

(Deus disse:) Guarde o sábado, que é um dia santo. Faça todo o seu trabalho durante seis dias da semana; mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o Senhor, seu Deus. Em seis dias eu, o Senhor, fiz o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles, mas no sétimo dia descansei. Foi por isso que eu, o Senhor, abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo. (Êxodo 20.8-11) 

 

Na verdade, não existe nenhuma boa razão para o cristão não querer estar na presença do Senhor, recebendo as suas dádivas por meio da Palavra, do Batismo, da Confissão e Absolvição, da Santa Ceia e do participar regularmente da comunhão com outros cristãos no culto. Nós colhemos os benefícios do encorajamento, os quais são dados e recebidos por aqueles com os quais nós cultuamos.   

 

Não abandonemos, como alguns estão fazendo, o costume de assistir às nossas reuniões. Pelo contrário, animemos uns aos outros e ainda mais agora que vocês veem que o dia está chegando. (Hebreus 10.25)

 

Por que nós iriamos querer fazer qualquer coisa que nos separasse do amor de Deus e das bênçãos que vêm da forte relação que temos com ele?  

 

Fale sempre do que está escrito no Livro da Lei. Estude esse livro dia e noite e se esforce para viver de acordo com tudo o que está escrito nele. Se fizer isso, tudo lhe correrá bem, e você terá sucesso. (Josué 1.8)

Para pensar

  • Como um grupo de estudo bíblico pode nos ajudar a viver uma vida cristã sólida?

12.6 O que são boas obras?

 

As boas obras são todas as coisas que os que creem pensam, dizem e fazem como resultado da sua fé em Cristo. São ações feitas para o bem dos outros e para a glória de Deus. Elas não são feitas para trazer exaltação ou honra para nós mesmos. Com o nosso coração voltado a Deus e à sua vontade para a nossa vida, nós somos movidos a servi-lo no nosso serviço aos outros.

 

Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se deu a si mesmo por mim. (Gálatas 2.20)

Para pensar

  • Servir aos outros, mesmo aos irmãos na fé, nem sempre é fácil ou agradável. De que maneira manter-se focado naquilo que Deus fez por nós por meio de Jesus Cristo ajuda nessa questão?  

12.7 Eu preciso fazer boas obras?

 

Fazer boas obras para ganhar a sua salvação? Com certeza não! As obras não são capazes de nos salvar e elas também não nos garantem um lugar no céu. Ao escrever aos cristãos em Éfeso, Paulo deixa isso bem claro:

 

Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la. (Efésios 2.8-9)

12.8 Então, se as boas obras não me salvam, porque eu deveria me preocupar com isso?

 

O fato de que a nossa salvação não é determinada pelo número de boas obras que realizamos semanal, mensal ou anualmente não significa que nós devemos hesitar em fazer o bem. Na verdade, a nossa fé em Cristo deveria nos preencher naturalmente com tanto amor e gratidão que não poderíamos deixar de fazer boas obras em resposta às grandes bênçãos que nós recebemos de Deus.

 

Então me mostre como é possível ter fé sem que ela seja acompanhada de ações. Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações. (Tiago 2.18) 

 

A Bíblia também revela inúmeras bênçãos e recompensas que serão dadas aos que fazem boas ações mesmo às pessoas que não merecem gestos assim. 

 

Façam o contrário: amem os seus inimigos e façam o bem para eles. Emprestem e não esperem receber de volta o que emprestaram e assim vocês terão uma grande recompensa e serão filhos do Deus Altíssimo. Façam isso porque ele é bom também para os ingratos e maus.

(Lucas 6.35)

 

Assim como Jesus mostrou, quando nós estamos caminhando com Deus de maneira bem próxima, nem sempre nós notamos as boas obras que estamos fazendo. Mas Deus se lembra de todas.

 

(Jesus disse:) Então os bons perguntarão: “Senhor, quando foi que o vimos com fome e lhe demos comida ou com sede e lhe demos água? Quando foi que vimos o senhor como estrangeiro e o recebemos na nossa casa ou sem roupa e o vestimos? Quando foi que vimos o senhor doente ou na cadeia e fomos visitá-lo?”

— Aí o Rei responderá: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos, foi a mim que fizeram.” (Mateus 25.37-40)

Aprofundando