SOBRE NÓS

A Sociedade Missionária Hora Luterana é uma organização auxiliar da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (www.ielb.org.br).

Atuamos no Brasil desde 1947.
Saiba mais clicando aqui!

CONECTE-SE

(11) 5097-7600

 

Av. Vereador José Diniz, 2306

São Paulo, SP - CEP 04604-004

 

horaluterana@horaluterana.com

MÍDIAS
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Google ícone de reprodução
  • Ícone branco Apple Music
  • CMCJ

2. Por que a Bíblia?

Os cristãos acreditam que a Bíblia é o próprio Deus falando conosco. Mas o que dá à Bíblia a confiabilidade e autoridade para que receba a nossa atenção?

Recursos "2. Por que a Bíblia?"

Guia de Estudos Online

2. Por que a Bíblia?

Toda religião tem os seus escritos sagrados: os judeus têm a Torá, os muçulmanos têm o Alcorão (ou Corão), os budistas têm o Tripitaca, e os hindus têm o Rigveda. Há muito tempo a Igreja cristã tem a Santa Bíblia como o seu escrito sagrado. Mas a Bíblia é realmente a Palavra de Deus?

2.1 Por que ela é chamada de “Bíblia”?

 

A palavra Bíblia vem de uma palavra grega que significa livro. Pensar na Bíblia como um grande livro nos ajuda a lembrar de que, em última instância, ela tem um escritor: Deus. Mas ela também é chamada de “Escrituras Sagradas”, para nos lembrar de que a Bíblia é na verdade uma coleção de textos. Deus usou mais de quarenta pessoas, em um período de cerca de mil e quinhentos anos, para produzir esse livro notável.

2.2 O que a Bíblia tem de tão especial? Ela não é só mais um livro comum?

 

Há muitos livros excelentes escritos por homens e mulheres sábios. Mas de todos os livros do mundo, a Bíblia Sagrada é única, é singular. Ela se identifica como a própria Palavra de Deus, a mensagem dele para todas as pessoas de todos os tempos.

 

E existe outra razão pela qual sempre damos graças a Deus. Quando levamos a vocês a mensagem de Deus, vocês a ouviram e aceitaram. Não a aceitaram como uma mensagem que vem de pessoas, mas como a mensagem que vem de Deus, o que, de fato, ela é. Pois Deus está agindo em vocês, os que creem. (1Tessalonicenses 2.13)

Aprofundando 

2.3 Por que Deus utilizou escritores humanos?

 

Deus poderia ter nos dado a sua Palavra diretamente, ou por meio de um anjo. Mas, em vez disso, ele fala conosco por meio de escritores humanos. Deus deu a eles os pensamentos que expressaram e deu-lhes cada palavra que escreveram. Por meio desses escritores tão variados, Deus estava agindo, revelando e preservando a sua Palavra ao longo dos séculos.

Nós não estávamos contando coisas inventadas quando anunciamos a vocês a vinda poderosa do nosso Senhor Jesus Cristo, pois com os nossos próprios olhos nós vimos a sua grandeza. Nós estávamos lá quando Deus, o Pai, lhe deu honra e glória. Ele ouviu a voz da Suprema Glória dizer: “Este é o meu Filho querido, que me dá muita alegria!” Nós mesmos ouvimos essa voz que veio do céu quando estávamos com o Senhor Jesus no monte sagrado. Assim temos mais confiança ainda na mensagem anunciada pelos profetas. Vocês fazem bem em prestar atenção nessa mensagem. Pois ela é como uma luz que brilha em lugar escuro, até que o dia amanheça e a luz da estrela da manhã brilhe no coração de vocês. Acima de tudo, porém, lembrem disto: ninguém pode explicar, por si mesmo, uma profecia das Escrituras Sagradas. Pois nenhuma mensagem profética veio da vontade humana, mas as pessoas eram guiadas pelo Espírito Santo quando anunciavam a mensagem que vinha de Deus. (2Pedro 1.16-21)

Para pensar

  • Saber que Deus utilizou escritores humanos, em vez de anjos, afeta a sua visão sobre a Bíblia? Como?

2.4 Não há erros e contradições na Bíblia?

 

Com tantos escritores humanos diferentes, e por ter sido escrita em um longo período de tempo, não devemos esperar que a Bíblia esteja cheia de contradições? Muitas pessoas assumem esse pressuposto, mas elas precisam olhar a Bíblia mais de perto. A credibilidade e a  precisão da Bíblia dependem de quão meticulosamente Deus supervisionou a sua escrita. Veja o que Pedro diz sobre o papel de Deus ao orientar os escritores da Bíblia:

 

Acima de tudo, porém, lembrem disto: ninguém pode explicar, por si mesmo, uma profecia das Escrituras Sagradas. Pois nenhuma mensagem profética veio da vontade humana, mas as pessoas eram guiadas pelo Espírito Santo quando anunciavam a mensagem que vinha de Deus. (2Pedro 1.20–21)

 

Deus dirigiu a escolha de cada palavra que foi escrita. Embora na Bíblia se encontrem livros de cerca de quarenta diferentes escritores de diferentes gerações, Deus estava guiando o que eles escreviam para garantir que a sua Palavra estivesse livre de erros ou contradições.

 

A Bíblia contém expressões antigas e relatos da cultura do Oriente Médio, mas é a Palavra da verdade de Deus, sendo aplicada a todas as épocas e gerações.

Para pensar

  • Como o envolvimento direto de Deus, ao guiar os escritores e dar-lhes cada palavra a ser escrita, dá mais autoridade à Bíblia?

2.5. Nós temos os escritos originais?

 

Os escritos originais (chamados de “autógrafos”) foram escritos à mão em papiros (hastes de plantas esmagadas e enroladas em rolos), ou em pergaminho ou velino (peles de animais que eram dobradas formando um pequeno livreto chamado “códice”). Com o passar do tempo, eles foram perdidos ou se desgastaram, mas outras cópias foram feitas. Alguns fragmentos existentes do Novo Testamento foram escritos somente algumas décadas após o original, mas as cópias do Antigo Testamento existentes mais antigas foram escritas centenas, e até milhares de anos após os próprios escritos originais.

Para pensar

  • Por que a perda dos documentos originais faz com que algumas pessoas duvidem da precisão e credibilidade da Bíblia que temos hoje?
     

Aprofundando (somente em inglês)

2.6 Quão confiáveis são as cópias dos escritos originais?

 

A igreja lidou com a produção das cópias da Bíblia com muito cuidado. Os copistas eram chamados de “soferim”, uma palavra hebraica que significa “contadores”.  Para garantir a precisão do texto, eles verificavam duplamente cada cópia, contando cada palavra e letra e comparando com uma lista principal que mostrava o que ia em cada página.

 

Por muitos anos, a cópia manuscrita mais antiga do Antigo Testamento que tínhamos era o Texto Massorético. Ele data de 1006 A.D. Em 1947 foram encontrados os Rolos do Mar Morto, incluindo múltiplas cópias de quase todos os livros do Antigo Testamento. Essas cópias datavam de cerca de 200 anos antes de Cristo. Os críticos esperavam encontrar grandes discrepâncias entre o Texto Massorético e os textos dos Rolos do Mar Morto, por causa das cópias sucessivas que teriam ocorrido ao longo de mais de mil anos. No entanto, houve uma concordância notável entre os textos. Na verdade, as diferenças que existiam envolviam apenas questões menores e sem importância como a ortografia de um nome ou números diferentes.

Para pensar

  • Quais os documentos pessoais ou familiares que você teria mais cuidado em preservar?

  • Como o contar de letras e palavras, ou encontrar a palavra central em uma página, ajudam um copista a garantir a precisão de seu trabalho?

 

Aprofundando (somente em inglês)

2.7 Podemos encontrar algo que demonstre a origem divina da Bíblia?

 

Se a Bíblia fosse escrita por pessoas sem a ajuda de Deus, ela só poderia registrar os eventos da época em que os escritores viveram. Ela nunca poderia prever com precisão ou profetizar acontecimentos que ocorreriam centenas de anos após a morte dos escritores. Mas a Bíblia tem centenas de profecias cumpridas muito tempo depois da morte dos escritores.

 

Por exemplo, nos escritos de Isaías encontramos uma vívida descrição dos sofrimentos, da morte e da ressurreição de Jesus. E isso foi escrito cerca de 700 anos antes desses eventos terem ocorrido.

 

Ele foi rejeitado e desprezado por todos; ele suportou dores e sofrimentos sem fim. Era como alguém que não queremos ver; nós nem mesmo olhávamos para ele e o desprezávamos. “No entanto, era o nosso sofrimento que ele estava carregando, era a nossa dor que ele estava suportando. E nós pensávamos que era por causa das suas próprias culpas que Deus o estava castigando, que Deus o estava maltratando e ferindo. Porém ele estava sofrendo por causa dos nossos pecados, estava sendo castigado por causa das nossas maldades. Nós somos curados pelo castigo que ele sofreu, somos sarados pelos ferimentos que ele recebeu. Todos nós éramos como ovelhas que se haviam perdido; cada um de nós seguia o seu próprio caminho. Mas o Senhor castigou o seu servo; fez com que ele sofresse o castigo que nós merecíamos.

“Ele foi maltratado, mas aguentou tudo humildemente e não disse uma só palavra. Ficou calado como um cordeiro que vai ser morto, como uma ovelha quando cortam a sua lã. Foi preso, condenado e levado para ser morto, e ninguém se importou com o que ia acontecer com ele. Ele foi expulso do mundo dos vivos, foi morto por causa dos pecados do nosso povo. Foi sepultado ao lado de criminosos, foi enterrado com os ricos, embora nunca tivesse cometido crime nenhum, nem tivesse dito uma só mentira.”

O Senhor Deus diz: “Eu quis maltratá-lo, quis fazê-lo sofrer. Ele ofereceu a sua vida como sacrifício para tirar pecados e por isso terá uma vida longa e verá os seus descendentes. Ele fará com que o meu plano dê certo. Depois de tanto sofrimento, ele será feliz; por causa da sua dedicação, ele ficará completamente satisfeito. O meu servo não tem pecado, mas ele sofrerá o castigo que muitos merecem, e assim os pecados deles serão perdoados.” (Isaías 53.3-11)

 

O texto que você acabou de ler é apenas um exemplo de centenas de profecias do Antigo Testamento cumpridas em Jesus Cristo. Veja outras profecias proferidas centenas de anos antes de Jesus andar na Terra:

 

NASCIMENTO DE JESUS

Jesus nascido da virgem Maria: 

Portanto, o Senhor mesmo lhes dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel. (Isaías 7.14)

 

Jesus, o perfeito Filho de Deus, descendente da família de Davi: 

O Senhor Deus diz ainda: — Está chegando o tempo em que farei com que de Davi venha um descendente que seja um rei justo. Esse rei governará com sabedoria e fará o que é certo e honesto no país inteiro. (Jeremias 23.5)

 

Jesus nasce na cidade de Belém:

O Senhor Deus diz: — Belém-Efrata, você é uma das menores cidades de Judá, mas do seu meio farei sair aquele que será o rei de Israel. Ele será descendente de uma família que começou em tempos antigos, num passado muito distante. (Miqueias 5.2)

 

A VIDA E O MINISTÉRIO DE JESUS

Jesus entra em Jerusalém montado em um jumento, na semana da sua crucificação:

Alegre-se muito, povo de Sião! Moradores de Jerusalém, cantem de alegria,

pois o seu rei está chegando. Ele vem triunfante e vitorioso; mas é humilde, e está montado num jumento, num jumentinho, filho de jumenta. (Zacarias 9.9)

O SOFRIMENTO E A MORTE DE JESUS

A crucificação:

Um bando de marginais está me cercando; eles avançam contra mim como cachorros e rasgam as minhas mãos e os meus pés. Todos os meus ossos podem ser contados. Os meus inimigos me olham e gostam do que veem. Eles repartem entre si as minhas roupas e fazem sorteio da minha túnica. (Salmo 22.16-18)

 

Bebendo o vinagre de uma esponja depois de ter dito “Tenho sede” na cruz:

Quando estava com fome, eles me deram veneno; quando estava com sede, me ofereceram vinagre. (Salmo 69.21)

Para pensar

  • Por que o cumprimento das profecias, centenas de anos após a sua previsão, fortalece a reivindicação da Bíblia de ser a Palavra de Deus?

  • Se Deus não tivesse inspirado os escritores, quais as probabilidades de eles terem predito com tanta precisão os muitos detalhes sobre o nascimento, a vida, a morte e a ressurreição de Jesus?

2.8 Qual é o principal propósito da Bíblia?

 

Você pode ouvir muitas respostas para essa pergunta:

 

“Ela conta a história do povo de Deus.”  

“Ela ensina os caminhos de Deus.”  

“Ela mostra o certo e o errado.”  

“Ela conta a história de Jesus.”

 

A Bíblia revela o plano de Deus de enviar seu Filho Jesus para nos salvar. João 20.30-31 diz isso de modo simples e claro:

 

Jesus fez diante dos discípulos muitos outros milagres que não estão escritos neste livro. Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Messias, o Filho de Deus. E para que, crendo, tenham vida por meio dele.

 

Então Jesus lhes disse: — Como vocês demoram a entender e a crer em tudo o que os profetas disseram! Pois era preciso que o Messias sofresse e assim recebesse de Deus toda a glória. E começou a explicar todas as passagens das Escrituras Sagradas que falavam dele, iniciando com os livros de Moisés e os escritos de todos os Profetas. (Lucas 24.25–27)

 

Depois disse: — Enquanto ainda estava com vocês, eu disse que tinha de acontecer tudo o que estava escrito a meu respeito na Lei de Moisés, nos livros dos Profetas e nos Salmos. Então Jesus abriu a mente deles para que eles entendessem as Escrituras Sagradas. (Lucas 24.44–45)

2.9 Qual é a diferença entre o Antigo Testamento e o Novo Testamento?

Tanto o Antigo quanto o Novo Testamento contam sobre Jesus Cristo e sobre a sua missão de resgate. O Antigo Testamento foi escrito antes do nascimento de Jesus, promete a vinda dele e faz muitas previsões sobre a vida de Jesus. O Novo Testamento fala do Salvador que veio e detalha como ele nos resgatou.

Gênesis 

Êxodo 

Levítico 

Números 

Deuteronômio

Josué

Juízes 

Rute

1Samuel 

2Samuel

1Reis 

2Reis 

1Crônicas

Livros do Antigo Testamento

2Crônicas 

Esdras

Neemias 

Ester

Salmos 

Provérbios 

Eclesiastes 

Cantares 

Isaías

Jeremias 

Lamentações

Ezequiel

Daniel 

Oseias

Joel

Amós

Obadias

Jonas

Miqueias Naum

Habacuque

Sofonias

Ageu

Zacarias

Malaquias

Mateus

Marcos

Lucas

João

Atos (dos Apóstolos)

Romanos

1Coríntios

2Coríntios

Gálatas

Livros do Novo Testamento

Efésios

Filipenses

Colossenses

1Tessalonicenses

2Tessalonicenses

1Timóteo

2Timóteo

Tito

Filemom

Hebreus

Tiago

1Pedro

2Pedro

1João

2João

3João

Judas

Apocalipse

2.10 O que pensar quando as coisas na Bíblia não fazem sentido para mim?

 

É importante usar as regras da gramática e do idioma para entender as Escrituras. Dito isto, algumas coisas na Bíblia ainda não se encaixam na nossa compreensão ou experiência de vida neste mundo. Nesses casos, devemos deixar Deus ser Deus, lembrando que ele tem o poder de fazer mais do que a razão humana pode imaginar.

 

A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho. (Salmo 119.105)

 

Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas. (Hebreus 4.12)

 

E assim destruímos ideias falsas e também todo orgulho humano que não deixa que as pessoas conheçam a Deus. Dominamos todo pensamento humano e fazemos com que ele obedeça a Cristo. (2Coríntios 10.4-5)

Para pensar

  • Com quais ensinamentos bíblicos você têm problemas?

2.11 O que devo procurar quando leio a Bíblia?

 

As duas mensagens básicas da Bíblia são Lei e Evangelho.  

 

A Lei, as regras de Deus sobre o certo e o errado, nos mostra a razão pela qual precisávamos que Jesus viesse para nos salvar. A Lei nos ordena e nos ensina a viver vidas agradáveis a Deus. Como não podemos viver vidas perfeitas, a Lei revela os nossos pecados - como violamos a Lei de Deus - e mostra o castigo que merecemos por esses pecados.

 

Pois o salário do pecado é a morte. (Romanos 6.23)

 

O Evangelho é a mensagem dominante da Bíblia, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Ele fala sobre o que Deus fez por nós para consertar os problemas que o nosso pecado causou. O Evangelho nos mostra o amor e a compaixão de Deus ao enviar seu Filho Jesus para ser o nosso Salvador. Ele revela o plano de salvação de Deus para nós, um plano criado e colocado em ação desde o tempo em que os seres humanos se rebelaram contra Deus no jardim do Éden. O Evangelho conta sobre o nascimento, a vida, a morte, a ressurreição e a ascensão de Jesus, o Salvador. Ele proclama o perdão que recebemos como presente de Deus. O Evangelho declara as promessas de Deus sobre a vida eterna. Ele promete que Jesus está vindo novamente. O Evangelho nos dá esperança enquanto peregrinamos pela vida no lado de cá do céu.

 

Pois o salário do pecado é a morte, mas o presente gratuito de Deus é a vida eterna, que temos em união com Cristo Jesus, o nosso Senhor. (Romanos 6.23)

 

A lei foi dada por meio de Moisés, mas o amor e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. (João 1.17)

Para pensar

  • Por que você acha que muitas religiões do mundo se baseiam no que fazemos para conseguir a salvação, em vez do que naquilo que Deus fez por nós?

  • Por que é tão difícil confessarmos e admitirmos que não podemos salvar a nós mesmos de nossos pecados?

  • Que liberdade recebemos sabendo que Jesus Cristo cumpriu todas as exigências da Lei, sofrendo por nossos pecados e maldades ao morrer na cruz?

 

Aprofundando (somente em inglês)

2.12 É difícil entender a Bíblia?

 

Certamente há algumas partes da Bíblia que desafiam o nosso entendimento, mas Deus garantiu que a mensagem da Bíblia fosse clara e compreensível para todos.

 

A explicação da tua palavra traz luz e dá sabedoria às pessoas simples. (Salmo 119.130)

 

Naquela ocasião Jesus disse: — Ó Pai, Senhor do céu e da terra, eu te agradeço porque tens mostrado às pessoas sem instrução aquilo que escondeste dos sábios e dos instruídos! Sim, ó Pai, tu tiveste prazer em fazer isso. (Mateus 11.25-26)

Para pensar

  • Um dos versículos mais amados da Bíblia é João 3.16: “Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna”. Qual a relação entre a simplicidade deste versículo com o grande amor que as pessoas têm por ele?

2.13 Qual é melhor versão da Bíblia para eu ler?

 

Existem várias traduções ou versões em português da Bíblia: a Almeida Revista e Corrigida, a Nova Versão Internacional, a Bíblia de Jerusalém, a Bíblia Vozes, a Almeida Revista e Atualizada, a Nova Almeida Atualizada, a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, entre outras. Todas essas versões oferecem a Lei e o Evangelho que precisamos entender para a nossa salvação. Mas em alguns aspectos, algumas traduções são mais consistentes ou nítidas do que outras.

Aprofundando

  • Os seguintes artigos podem ajudar você na sua busca pela melhor Bíblia para a sua leitura:

  • O Dr. Vilson Scholz , do Seminário Concórdia de São Leopoldo, fala sobre o desafio da tradução da Bíblia e, no fim, dá dicas para qual tradução utilizar: O Desafio da Tradução Bíblica.

  • Hoje algumas pessoas se perguntam sobre o uso de Deus como “masculino”, bem como o uso de pronomes e palavras masculinos e palavras como “homem” no sentido de “humanidade”. A Commission on Theology and Church Relations (CTCR) da Lutheran Church—Missouri Synod preparou um documento sobre essas questões (somente em inglês): “Biblical Revelation and Inclusive Language”.

2.14 Como posso começar a ler a Bíblia?

 

Não há dúvida de que, com cópias sendo feitas por séculos, Deus preservou a Palavra dele com um propósito maravilhoso: ele quer que você o conheça por meio da sua Palavra! Se você estiver interessado em ler a Bíblia, você pode seguir esta abordagem:

  1. Comece a leitura por um dos Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas ou João). Neles você aprenderá sobre a vida de Jesus.
     

  2. Depois, leia de Gálatas até Colossenses. Esses livros são cartas curtas para cristãos, e estão cheias de ensinamentos importantes para a fé e a vida diária.
     

  3. Depois, volte para Atos. Em Atos você lerá a história de como o Cristianismo começou.
     

  4. Agora leia Gênesis. Sendo o primeiro livro da Bíblia, Gênesis contém ensinamentos fundamentais sobre a vida e dá uma perspectiva ampla da ação de Deus.
     

  5. Aí, leia Romanos, no Novo Testamento.
     

  6. Depois disso, continue lendo os demais livros, a seu critério. Prepare-se para a aventura e para as bênçãos!

2.15. Há recursos adicionais para alguém que quer se familiarizar com a Bíblia?

Leia a Bíblia online, encontre um plano de leitura diária, receba textos bíblicos por e-mail, ou faça buscas mais detalhadas. www.sbb.org.br

Baixe um aplicativo como YouVersion e aproveite os planos temáticos de leitura bíblica.

How We Got the Bible – Um estudo bíblico baseado em vídeos (somente em inglês).

A Bíblia no Banco dos Réus – Um filme sobre a fidelidade e precisão da Bíblia através dos séculos. Em breve.